Cursos /  Licenças CBFS para Treinadores de Futsal



Maiores informações em: http://entf.com.br/

Por que uma Escola Nacional de Treinadores de Futsal no Brasil?

No Brasil, qualquer cidadão que queira atuar como treinador de futsal tem de ser graduado em educação física e ser registrado no Conselho Regional de Educação Física (CREF) de algum estado brasileiro – Lei 9.696/98. A exceção, amparada pela legislação brasileira, é o “Provisionado em Educação Física”, isto é, o sujeito que já atuava como treinador de futsal antes dessa Lei, e que se submeteu a um programa de instrução do Sistema CONFEF/CREF. Logo, a formação inicial do treinador de futsal no Brasil é originária dos cursos de licenciatura plena e de bacharelado em educação física.

Entretanto, alguns estudos demonstraram a insuficiência dos cursos de bacharelado em educação física para formar treinadores esportivos. Na prática, a graduação em educação física tem caráter generalista, abrangendo grande variedade de modalidades esportivas, o que tende a inibir o aprofundamento em uma modalidade específica como o FUTSAL.

Considerando esse cenário, surge a necessidade de ampliar a formação continuada dos profissionais que atuam no âmbito do treinamento do FUTSAL por “vias complementares”. Entre essas “vias”, encaixa-se a Escola Nacional de Treinadores de Futsal (ENTF).

Criação e finalidade da ENTF

A partir dessa premissa, em setembro de 2014, a Confederação Brasileira de Futsal (CBFS) criou o Departamento de Desenvolvimento Técnico do Futsal Brasileiro (Circular no 0019/2015), com o objetivo de estimular a criação de projetos que impulsionem a modalidade. Para tanto, estabeleceu uma Comissão de profissionais de reconhecida competência técnica: Fabiano Souza, “Chokito” (UPE-PE), Fernando Ferretti (ex-técnico da Seleção Brasileira), Rodrigo Perdigão (Minas Tênis-MG) e Wilton Santana (UEL-PR). Além destes, foi chamado o ex-jogador Lenísio, campeão mundial com a seleção brasileira em 2008.

A primeira ação dessa Comissão foi criar a “Escola Nacional de Treinadores de Futsal (ENTF) “, que tem a finalidade de qualificar e atualizar treinadores brasileiros das distintas categorias da modalidade, da formação esportiva à alta competição, mediante cursos presenciais de 120 horas. Decidiu-se que a ENTF teria caráter itinerante, de modo a cobrir as cinco regiões do país: Norte, Nordeste, Centro-Oeste, Sudeste e Sul.